Spice Girl Mel B dá à luz a uma menina

A cantora e atriz inglesa Melanie Brown, integrante do famoso grupo Spice Girls deu à luz a uma menina, segundo ela própria confirmou nesta sexta-feira por meio do Twitter.

A Spice Girl, conhecida como Mel B, que é casada com o produtor Stephen Belafonte e tem outras duas filhas, Phoenix, de 12 anos, e Angel, de quatro anos, deu à luz na madrugada desta sexta em uma clínica de Los Angeles (Estados Unidos).

Mel B chegando ao hospital com a ajuda de seu marido e um segurança

Melanie Brown, de 36 anos, escreveu em sua conta do Twitter: “Finalmente nosso filho chegou. Stephen quase desmaiou, Phoenix gritou e eu ri tanto que o bebê quase foi arremessado”.

Em comunicado divulgado nesta sexta-feira, um assessor da cantora explica que “este é o primeiro filho de Mel e Stephen juntos. Mãe e bebê passam bem”.

A cantora de origem jamaicana, que mora atualmente nos Estados Unidos, é a terceira das Spice Girls que deu à luz este ano.

Victoria Beckham foi mãe pela quarta vez em julho, quando nasceu sua filha Harper Seven, e a loira Emma Bunton teve seu segundo filho, Tate, em maio.

Bunton foi uma das primeiras a responder ao anúncio no Twitter de Mel B e comentou: “Muito bem, mami. Muitos beijos”

Spice Girl Emma Bunton dá a luz a segundo filho!

Nasceu hoje Tate Jones,  segundo filho da eterna ex-Spice Girl Emma Bunton.  A cantora já era mãe de Beau, filho de seu relacionamento com o cantor Jade Jones.

Todas as Spice Girls tem filhos. Victoria Beckham e Mel B estão atualmente grávidas. Ao todo já são 11 crianças, contando com as que vão nascer!

Essas garotas viu… adoram fazer neném… kkkkkkk

Geri Halliwell conta porque saiu das Spice Girls 12 anos depois


O ano de 1998 é lembrado na música pop não só pelo clímax das Spice Girls, mas também pela saída da Ginger Spice, Geri Halliwell, levando a banda à desestrutura, fazendo com que as outras garotas optassem, alguns anos depois, pela carreira solo.

À época vários rumores circularam na imprensa enquanto a saída de Geri era divulgada em todas as mídias. Desapontados com uma rachadura no “Girl Power”, ou “poder feminino”, uma das grandes marcas do grupo, tendo Geri como líder e maior defensora, os fãs questionavam rumores mirabolantes que envolviam a saída da ruiva. No entanto, 12 anos após ter deixado as Spice Girls, período que inclui uma volta concretizada do grupo para celebrar seus 10 anos e uma possível nova reunião, Geri Halliwell finalmente explicou os motivos que a fizeram deixar a banda feminina mais popular do fim dos 1990 durante seu ápice.
As confissões de Geri foram feitas ao apresentador Piers Morgan, do programa Life Stories neste sábado e contou com revelações da cantora. De acordo com a publicação, Geri teria dito que apenas conseguiu se destacar nas Spice Girls devido à morte de seu pai: “Não havia ninguém que me consolasse então eu resolvi pensar ‘Ok, vou fazer isso acontecer’ como uma forma de suportar a dor que eu estava passando”, diz a cantora sobre sua entrada na banda. Geri comenta ainda que uma das conseqüências da perda de seu pai foi ter ficado anestesiada durante todo o percurso com as suas companheiras de banda e que assim não conseguia entender sua posição no grupo, nem visualizar sua real popularidade entre fãs, ficando surpresa ao saber que em pesquisa recente foi eleita a mais popular das cinco integrantes. “Eu achava que era mais fácil gostar de Emma do que de mim, me via sempre em segundo lugar, seguida por Mel C”, relata. Quanto às outras duas componentes, Geri adiciona: “Victoria ou você ama ou odeia e Mel B tem um jeito mais difícil, não era fácil.”.

Apesar de estarem no auge de sua popularidade, no fim dos anos 90 os CDs já demonstravam queda nas vendas devido ao inicio do MP3. Assim, economicamente o segundo álbum das meninas, “Spice World” (1997), não foi tão rentável quanto o primeiro. No ano seguinte, após várias discussões com as outras integrantes, Geri foi convidada a dar uma entrevista e a colaborar com a campanha do câncer de mama. Já que havia encontrado um nódulo nos seios em anos anteriores, Ginger sentiu-se como a pessoa ideal para defender a causa e resolveu não incluir as meninas nos seus planos de divulgação. Desapontadas com a sua atitude, o grupo declarou: “ou a gente faz com você ou então você não fará sozinha”, revela Geri ao Life Story. “E então eu pensei: ‘Quer saber? Não vim tão longe nesse jogo para ter que ouvir o que eu posso ou não fazer sozinha”, exclama a cantora, ao destacar esse como o momento decisivo para sua saída do jogo.

“Nós estávamos todas em um jatinho indo para Londres e ao descer eu disse ‘Tchau, meninas’. E eu pensei que talvez elas pudessem ser mais felizes sem mim. Eu não disse nada naquele momento que sairia do grupo, mas no dia seguinte eu veio o momento, e então falei: ‘Não vou mais voltar para a banda’. O resto da história vocês sabem.”.

Atualmente Geri Halliwell está em estúdio preparando material para um novo álbum solo.

Emma Bunton confirma retorno das Spice Girls

Baby Spice diz que o quinteto está trabalhando em novo projeto

As Spice Girls voltaram ao batente. De acordo com a Baby Spice Emma Bunton, o quinteto está com um novo projeto. A cantora falou sobre a novidade à publicação inglesa Fabulous, mas disse que ainda não pode revelar no que especificamente o grupo está trabalhando.

“Sempre somos criativas quando estamos juntas e sempre surgem ideias. Às vezes, elas ficam de lado, às vezes, não. Nós ainda não estamos no ponto em que podemos dizer alguma coisa”, afirmou Emma. Em 2009, Geri Halliwell já também havia divulgado que o grupo estava com planos de reunião a caminho. As Spice Girls se separaram em 2001, mas retornaram à ativa em 2007. A reunião, que durou até 2008, rendeu um álbum, a coletânea Greatest Hits, que contou com duas faixas inéditas, e uma turnê, The Return of the Spice Girls.

Alguns boatos sustentam que as inglesas se apresentarão na abertura da Copa do Mundo, que será realizada na África do Sul, em junho deste ano. A informação foi data pelo tabloide britânico The Sun, em setembro do ano passado. De acordo com o jornal, quem estaria planejando a junção do time feminino de cantoras seria Mel B.

Além do retorno, o nome das Spice Girls esteve envolvido na possível criação de um espetáculo teatral para contar a história do grupo pop que estourou mundialmente durante os anos 1990, com hits como “Wannabe”, “2 Become 1”, “Say You’ll Be There”.

via rolling stone