Vejam as mulheres que dominarão a música em 2012

O ano de 2011 foi com certeza o ano das mulheres, e pelo visto esse ano não será diferente…

Se no ano passado tivemos lançamentos de Katy Perry, Ke$ha, Rihanna e Kelly Clarkson, no ano de 2012 promete com novos lançamentos de Christina Aguilera, Madonna, Santigold, Lana Del Rey, Alanis Morissette, Shirley Manson com sua banda Garbage, enquanto Gwen Stefani retorna com o No Doubt.

Christina Aguilera quer esquecer o passado com o fracasso de Bionic(2010) e faz mistério sobre seu novo álbum, dizendo que ele promete “uma forte aproximação na tentativa de deixar o mundo ver a sobrevivente em mim”, como ela mesmo disse, se unindo a produtores e parcerias com Sia, Dj Premier e Sandy Vee (que já trabalho com Katy Perry e Rihanna). O album está previsto para este semestre!

Enquanto Xtina rala pra fazer um álbum auto biográfico, Madonna quer que todos sorriam e se divirtam ao ouvir seu novo cd! Intitulado “M.D.N.A” (um trocadilho de seu nome com a droga ecstasy, que deixa a galera feliz…), o album vem sendo produzido por Martin SolveigWilliam Orbit, sendo que este segundo produtor promete o lado mais introspectivo do novo cd da rainha do pop, que tem previsão de lançamento também neste semestre.

Já Santigold (antes conhecida como Santogold) anunciou que o sucessor de Santogold (2008) está quase pronto e se chamará Master of My Make-Believe. Ainda sem data de lançamento oficial, o trabalho conta com participações de Dave Sitek (do TV on The Radio) e Nick Zinner (do Yeah Yeah Yeahs). Várias canções tiveram ajuda de Switch (do Major Lazer) e do compositor / produtor Greg Kurstin. O album ainda não tem previsão de lançamento.

Lana Del Rey, a nova queridinha da música indie, irá lançar seu album Born to die ainda esse mês! Provavelmente as canções Video games, Blue jeans e claro, Born to die estarão nele…

Depois de 4 anos sem lançar nada, Alanis Morissette já está finalizando a produção de seu novo album, e que de 31 músicas gravadas escolheu 12.  A cantora canadense também disse que o novo trabalho deve sair este ano, provavelmente durante o verão norte-americano (inverno brasileiro).

Já as mulheres de banda de rock – Shirley Manson e Gwen Stefani – vocalistas do Garbage e No Doubt, respectivamente, está há anos gravando o novo album de suas bandas, que devem sair ainda este ano. Pra quem nasceu em meados dos anos 90 e não tem idéia do que estou falando, o Garbage foi a cara daquela década, enquanto o No Doubt atravessou com maestria dos anos 90 para 2000, sem contar os projetos solos de Gwen que bombaram ainda nessa década.

>>> estão preparados para o Girl Power???

Lady GaGa é a cantora mais rica do ano, segundo a Forbes. Veja a lista completa

 Um estudo compilado pela revista Forbes elencou as 11 divas que mais ganharam dinheiro no ano, e Lady GaGa aparece na liderança disparada com um total arrecadado de 90 milhões de dólares, mais do que o dobro do que estima-se que a segunda colocada, Taylor Swift, tenha ganhado (US$ 45 mi). Katy Perry aparece no terceiro lugar pertinho de Taylor, fechando o ano com mais 44 milhões de dólares na conta bancária graças ao sucesso do álbum “Teenage Dream” e da turnê “California Dreams”. Apesar de não ter tido um grande hit em 2011, Beyoncé conseguiu emplacar a quarta posição na lista com 35 milhões, o que a deixou à frente de Rihanna (US$ 29 mi), P!nk (US$ 22 mi), Carrie Underwood (US$ 20 mi) e Celine Dion (US$ 19 mi). Maior vendedora de discos em 2011, Adele só aparece em 9º lugar com 18 milhões de dólares arrecadados. Empatadas em décimo lugar, Britney Spears e Alicia Keys fecham a lista com 10 milhões cada.

Veja a lista completa:

1. Lady Gaga – US$ 90 milhões

2. Taylor Swift – US$ 45 milhões

3. Katy Perry – US$ 44 milhões

4. Beyoncé – US$ 35 milhões

5. Rihanna – US$ 29 milhões

6. P!nk – US$ 22 milhões

7. Carrie Underwood – US$ 20 milhões

8. Celine Dion – US$ 19 milhões

9. Adele – US$ 18 milhões

10. Britney Spears e Alicia Keys – US$ 10 milhões

Claudia Leitte alfineta Madonna em nova música…

Durante gravação de seu novo DVD, no teatro Castro Alves, Claudia Leitte apresentou ao seu público uma nova canção chamada GPS.

Nesta canção, Claudia Leitte aproveita para alfinetar Madonna com o seguinte trecho:

“Que bom que em São Paulo tudo funciona, que bom que Rita Lee não tem que ser Madonna”.

Já não é a primeira vez que a cantora alfineta cantoras americanas este ano. Depois de seu fiasco no Rock in Rio, para se defender a cantora de São Gonçalo resolveu criticar as cantoras Katy Perry e Rihanna: “Artistas internacionais vêm pra cá, mostram a bunda, atrasam-se por 2 horas [Rihanna se atrasou] pq estão dando uma festinha no camarim, não conseguem conciliar a respiração com o canto, não preparam espetáculos para o nosso povo, desafinam, enfim, pouco se importam conosco, querem beijar na boca, ir à praia e tomar nossa cachaça, e nós, que pagamos caro para assistir aos seus ‘espetáculos’ em nossa terra, aplaudimos a tudo isso. Ah! É Rock! É Pop! É bom!”

Então… meio controverso né? Já que Claudinha Leitte também vive exibindo o corpo com roupas parecidíssimas com as das estrelas do pop internacional, e já babou ovo por Madonna em outra ocasião…

Ain Cláudia… na boa? Senta lá.

 

VMA 2011: Quem acertou e quem errou no tapete vermelho AO VIVO!

Oláááááá!

Está rolando NESSE MOMENTO o tapete vermelho do Video Music Awards 2011, e nós vamos postar aqui, ao vivo, os principais looks dos famosos que já estão chegando à premiação. Vamos ver quem se vestiu bem, e quem fez a mendiga?

Selena Gomez, a cantora teen com cara de 8 anos já chegou ao VMA com roupa de gente grande… uma coisa meio Elvira teen meets Mortícia né? Mas Selena, cadê o Justin Bieber? Tá terminando de colocar os brincos?

Mesmo com a patinha quebrada, Jessie J não fez feio e foi toda montadinha… uma coisa meio Lady GaGa no clipe de Paparazzi né? Mas machucada de verdade.

E o Pete Wentz, hein gente? O que anda fazendo da vida, eu não sei. Mas tá lá no VMA, com um terninho bem meia boca, sem o Fall Out Boys, sem o cabelo de emo, sem a Ashlee Simpson… Que fase, hein Pete

A Rebecca Black foi bem comportadinha (apesar do shortinho) e adequada pra idade dela né? Bem que ela poderia dar uns toques pra Selena Gomez

E a queridissima Adele, aparentemente um pouco mais magra (estou falando sério) apareceu bem básica no tapete vermelho (hoje preto, em homenagem a Amy Winehouse). O detalhe ficou para o penteado juba de leão. É… gostei. As vezes MENAS É MAIS.

O-F-I-C-I-AL: BEYONCÉ GRÁVIDA! Essa bandida SABE como roubar uma noite, heinnnnn!! Adoreiiiii!! Parabéns Bey & Jay-Z!

Eu fico impressionado com a Kelly Rowland, a cada ano que passa a mulher fica MAIS BONITA! Incrível? Alguém se lembra de como ela era mais ou menos na época do Destiny’s Child? E a roupa tá ótima, Kelly. Arrasa.

Britney Spears apareceu no tapete vermelho com seu exótico namorado. Tá bonitinha, mas… poxa Britney, eu esperava mais de você, viu! Mas tá linda. Mas eu esperava. Mas tá linda… mas…. hahahaha

Katie Holmes, me é difícil dizer isso mas…. VOCÊ TÁ LINDA. Adorei. Conseguiu parecer mais jovem que a Britney.

Miley Cyrus foi LINDÍSSIMA vestida… pro Grammy. Mas ela tava no VMA. É como se você botasse um vestido maravilhoso de gala… pra ir a boate. Te manca, Miley.

Kim Kardashian casou essa semana, foi pra lua-de-mel e tudo, mas você ACHA que ela ia perder essa festa? JURA NÉ. Tá lá, linda, morena, violão… E Paris Hilton se mordendo em casa.

Sabe Lady GaGa… tá ficando chato. Deixa de ser feia, minha filha. Canta logo e vá embora.

A Katy Perry me encantou com sua morenice e boa música neste ultimo cd. Aí ela chega no VMA COM ESSE CABELO.

AI MEU DEUS, A SELENA TÁ NAMORANDO A MARIA GADU.

Pra mim chega. Um beijo e tchau.

É hoje! Banda Uó vai agitar a noite carioca

Integrantes da Banda Uó: Mateus Carrilho, Candy Mel Sabbag e Davi Sabbag

Continuando a invadir o Brasil, os goianos Mateus Carrilho, Candy Mel e Davi Sabbag,  fenômenos da Banda Uó se apresentam hoje no Rio de Janeiro, juntamente com seus padrinhos do Bonde do Rolê. A festa também contará com a presença do DJ canadense Valeo.

A idéia da Banda UÓ nasceu da paixão pelos ritmos tropicais. Em outubro de 2010 fizeram um vídeo com uma versão para “Teenage Dream” (Katy Perry) como forma de divulgação de uma festa de amigos. A festa acabou sendo a mais fervida da história da casa, e devido a essa receptividade do público, os goianos Davi Sabbag e Mateus Carrilho, unidos pela vontade de fazer um tecnobrega com cara diferente, lançaram oficialmente o clipe para “Não Quero Saber”. O produtor Diplo postou o link do vídeo em seu twitter, e a partir daí, foram aplaudidos por pessoas como a cantora Cibelle e o blogueiro americano Perez Hilton. A primeira formação contava com Flora Maria, sendo substituída mais tarde por Candy Mel.

Em dezembro do mesmo ano, a nova formação abriu o show do grupo Bonde do Rolê e, depois de conversarem, surgiu a proposta de produção da banda. Com isso, eles ganharam atenção nacional e se firmaram como uma promessa para 2011. Após o lançamento do EP “Me Emoldurei De Presente Pra Te Ter”, em seus planejamentos, um CD de estréia com músicas autorais.

“Nós somos da geração do É o Tchan, Araketu, Cheiro de Amor, a geração que cresceu escutando axé. Nunca tivemos vergonha de assumir que gostamos do brega (que hoje em dia é um conceito bem relativo) e precisávamos fazer algo com cara nova, que chamasse atenção. O brega estava meio abandonado entre as novas gerações, daí juntamos a fome com a vontade de comer. Sempre gostamos do ritmo do melody e vimos a ascenção de bandas como o Calypso (inclusive o DVD deles é gravado em Goiânia) e Djavú e achamos que se encaixaria bem com melodias do pop. O Fabiano (Moreira) descreve a gente em uma matéria para O Globo que ‘é como se Rihanna não perdesse um forró na feira de São Cristóvão’, é bem por aí”.

Avalanche Tropical no Rio de Janeiro
Com: Banda Uó, André Paste, Bonde do Role (DJ Set) e Valeo (Canadá)
Quando: 26 de agosto (sexta), às 23h
Onde: Espaço Acústica – Praça Tiradentes
Ingressos: R$20 com nome na lista@projetoseis.com, chegando até 1h
Mais informações no Facebook

Frase “Adele” do dia

Eu amo ver os peitos e a bunda da Lady GaGa, eu amo ver os peitos e a bunda da Katy Perry. Amo. Mas a minha música não é sobre isso. Eu não faço música pros olhos, eu faço música para os ouvidos

Adele, para a revista Rolling Stone

Banda Uó faz sucesso com mistura de pop e tecnobrega

“Vou me vingar de você, vou me vingar de você, vou me vingar de você” é o refrão de Shake de amor, que, em menos de duas semanas no YouTube, virou um sucesso, com cerca de 100 mil visualizações. Os autores da proeza são os goianos da Banda Uó (escute em nosso tumblr!). A música dos novos queridinhos da internet mistura o hit Whip my hair, de Willow Smith, com a batida do tecnobrega e já saiu do mundo virtual, invadindo pistas de dança da cidade.

Shake de amor conta a história de uma menina seduzida por um rockstar e que decide correr atrás de vingança. A letra foi inspirada em um caso bastante conhecido dos brasileiros: o da apresentadora Luciana Gimenez com o cantor dos Rolling Stones, Mick Jagger. “Fazemos uma referência sutil ao fato, mas é claro que mudamos. O caso dos dois ajudou na hora de começar a pensar a letra”, explica Mateus Carrilho, 21 anos, um dos integrantes do grupo.

Além de Mateus, a Banda Uó é formada pelo músico Davi Sabbag, 21 anos, e a cantora Mel Gonçalves, também de 21. Na verdade, essa é a segunda formação do grupo — antes, quem dividia o palco com os meninos era a cantora Flora Maria. “Era para eu estar desde o início, mas estava envolvida em outro trabalho. Um tempo depois, a Flora teve uns problemas de agenda e o Mateus me chamou de novo. Aí topei”, comenta Mel.

A banda surgiu meio que sem querer. Carrilho, que já produzia vídeos, teve a ideia de filmar um material para divulgação de uma festa na cidade. “Era uma balada com temática brega e pensamos em brincar com isso. Fizemos uma paródia de Teenage dream, da Katy Perry, e gravamos o vídeo. O pessoal gostou, sacamos que era legal e demos continuidade.”

Padrinhos
A virada na história da Banda Uó aconteceu quando o Bonde do Rolê — grupo que mistura rock e funk — assistiu a um show deles e decidiu apadrinhá-los. “Depois da parceria, elegemos Shake do amor como nosso single e decidimos fazer uma produção maior e um clipe. Mesmo assim, o sucesso é inesperado”, afirma Davi Sabbag. O grupo agora pretende lançar um EP no segundo semestre, com cinco versões tecnobrega de canções internacionais.

Uma tendência atual é transformar alguns ritmos mais desconhecidos em algo hype, legal, e colocar para bombar nas pistas de dança. Essa, pelo menos, é a opinião de Sabbag, estudante de música que toca piano desde os oito anos. “Acho que o sucesso do tecnobrega, e da nossa música, é uma resposta à invasão do pop e do rock americano. As pessoas gostam quando a gente mostra uma releitura com batidas brasileiras”, afirma.

Para Mateus Carrilho, o lado divertido de ritmos como o brega e o axé estava esquecido, pedindo apenas nova roupagem. “A gente está transformando o brega em uma coisa hype. Sempre tive vontade de trazer de volta alguns ritmos que estavam meio esquecidos. Os produtores musicais vão ao mais popular buscar uma novidade divertida.”

Mel Gonçalves, transexual assumida há quatro anos, também elege a diversão como o principal ingrediente do sucesso da Banda Uó. “Tecnobrega nem é meu estilo predileto, mas ele é muito animado e isso acaba contagiando o pessoal”, garante.

É ruim, mas é bom
O nome Banda Uó é inspirado em uma gíria que faz sucesso no mundo LGBT. Quando alguém diz que alguma coisa é “uó”, significa que é muito ruim. A escolha foi uma brincadeira, já que a temática do grupo é o brega. Aliás, ouvir brega e andar com roupa xadrez é o que há de mais hype (legal, moderno, na moda) no momento.

Por Luiz Prisco, do Correio Braziliense