Geri Halliwell é a nova jurada do X Factor UK

Imagem

A cantora Geri Halliwell, também conhecida como Ginger Spice, foi confirmada como a nova jurada do X-Factor UK, no lugar de Kelly Rowland. Geri oficializou sua entrada no programa em um evento realizado ontem em Liverpool, na Inglaterra.

“Meu pai era de Liverpool, então eu sou um de vocês”, disse ela.
“Vamos encontrar uma estrela de Liverpool!”

Geri, que sempre foi a mais espevitada das Spice Girls, fez jus a fama e chegou chamando a atenção da platéia que esperava pela novidade.

 

Geri Halliwell já tem novo disco pronto

Geri Halliwell confirmou que voltará ao mundo da música. Em entrevista ao Sunday Mirror, a Spice Girl afirmou que terminou de gravar seu quarto álbum e está negociando o lançamento com gravadoras.

“O álbum já está terminado. Ainda não sei sobre datas e não vou entregar como ele soa, porque prefiro deixar as músicas falarem por elas mesmas. Será ótimo voltar para onde eu pertenço: o palco. Não vai demorar muito”, afirmou a cantora.

O novo disco será o primeiro registro de Geri desde o álbum Passion, de 2005. A cantora não deu detalhes sobre data de lançamento, mas o primeiro single deve ser Putting On The Bling, uma versão do musical Puttin’ On The Ritz, da década de 30.

Ginger Spice Geri Halliwell volta ao pop!

Quem se lembra daquela ruiva peituda que abalou o mundo pop nos anos 90? Ela volta ano que vem!

Desde que deixou a girlband britânica de maior sucesso dos anos 90, Spice Girls, a e eterna Ginger Spice Geri Halliwell se dedicou aos seus álbuns solo. Agora, Halliwell resolveu fundar sua própria gravadora para poder lançar músicas novas.

Segundo o jornal The Sun, “Geri voltou ao estúdio. Ela quer lançar um álbum solo no meio do ano que vem. Seu plano principal é começar com um cover em versão dance [ela não revelou qual música].

“Geri está gravando algumas [músicas] e agora saiu da gravadora para financiar seus próprios trabalhos. Ela até considerou uma nova gravadora, mas achou que a maneira como Melanie C, a Sporty Spice, levou sua carreira foi muito melhor.”

Claro que ela não fará tudo sem ajuda. Geri estaria trocando mensagens com seus amigos, incluindo David e Victoria Beckham, para que eles a ajudem a escolher as faixas para o album.

Geri Halliwell conta porque saiu das Spice Girls 12 anos depois


O ano de 1998 é lembrado na música pop não só pelo clímax das Spice Girls, mas também pela saída da Ginger Spice, Geri Halliwell, levando a banda à desestrutura, fazendo com que as outras garotas optassem, alguns anos depois, pela carreira solo.

À época vários rumores circularam na imprensa enquanto a saída de Geri era divulgada em todas as mídias. Desapontados com uma rachadura no “Girl Power”, ou “poder feminino”, uma das grandes marcas do grupo, tendo Geri como líder e maior defensora, os fãs questionavam rumores mirabolantes que envolviam a saída da ruiva. No entanto, 12 anos após ter deixado as Spice Girls, período que inclui uma volta concretizada do grupo para celebrar seus 10 anos e uma possível nova reunião, Geri Halliwell finalmente explicou os motivos que a fizeram deixar a banda feminina mais popular do fim dos 1990 durante seu ápice.
As confissões de Geri foram feitas ao apresentador Piers Morgan, do programa Life Stories neste sábado e contou com revelações da cantora. De acordo com a publicação, Geri teria dito que apenas conseguiu se destacar nas Spice Girls devido à morte de seu pai: “Não havia ninguém que me consolasse então eu resolvi pensar ‘Ok, vou fazer isso acontecer’ como uma forma de suportar a dor que eu estava passando”, diz a cantora sobre sua entrada na banda. Geri comenta ainda que uma das conseqüências da perda de seu pai foi ter ficado anestesiada durante todo o percurso com as suas companheiras de banda e que assim não conseguia entender sua posição no grupo, nem visualizar sua real popularidade entre fãs, ficando surpresa ao saber que em pesquisa recente foi eleita a mais popular das cinco integrantes. “Eu achava que era mais fácil gostar de Emma do que de mim, me via sempre em segundo lugar, seguida por Mel C”, relata. Quanto às outras duas componentes, Geri adiciona: “Victoria ou você ama ou odeia e Mel B tem um jeito mais difícil, não era fácil.”.

Apesar de estarem no auge de sua popularidade, no fim dos anos 90 os CDs já demonstravam queda nas vendas devido ao inicio do MP3. Assim, economicamente o segundo álbum das meninas, “Spice World” (1997), não foi tão rentável quanto o primeiro. No ano seguinte, após várias discussões com as outras integrantes, Geri foi convidada a dar uma entrevista e a colaborar com a campanha do câncer de mama. Já que havia encontrado um nódulo nos seios em anos anteriores, Ginger sentiu-se como a pessoa ideal para defender a causa e resolveu não incluir as meninas nos seus planos de divulgação. Desapontadas com a sua atitude, o grupo declarou: “ou a gente faz com você ou então você não fará sozinha”, revela Geri ao Life Story. “E então eu pensei: ‘Quer saber? Não vim tão longe nesse jogo para ter que ouvir o que eu posso ou não fazer sozinha”, exclama a cantora, ao destacar esse como o momento decisivo para sua saída do jogo.

“Nós estávamos todas em um jatinho indo para Londres e ao descer eu disse ‘Tchau, meninas’. E eu pensei que talvez elas pudessem ser mais felizes sem mim. Eu não disse nada naquele momento que sairia do grupo, mas no dia seguinte eu veio o momento, e então falei: ‘Não vou mais voltar para a banda’. O resto da história vocês sabem.”.

Atualmente Geri Halliwell está em estúdio preparando material para um novo álbum solo.