Cyndi Lauper “imita”Christina Aguilera e erra o hino americano ao vivo

E nós achando que isso só era coisa da Vanusa ou do Luan Santana fazer…

A cantora Cyndi Lauper, atualmente com 58 anos, foi convidada para cantar o hino dos Estados Unidos, na abertura das semifinais dos jogos US Open de tênis, que acontecem em Nova York. Porém, assim como Christina Aguilera, a Cyndi parte da letra da canção.

Cyndi Lauper é considerada uma das cantoras de maior destaque da década de 80. Durante sua apresentação, ela trocou o verso “O’er the ramparts, we watched as our flag was still streaming” por “O’er the ramparts we watch’d were so gallantly streaming”.

Apesar da falha, Cyndi não se abateu e continuou cantando normalmente. Logo após a execução do hino, os presentes fizeram um minuto de silencio, em memória das vítimas do atentado terrorista de 11 de setembro.

Enquanto Christina Aguilera, que errou a letra do hino nacional norte-americano na apresentação do campeonato de futebol americano, o Super Bowl, culpou a emoção de cantar num evento tão importante, Cyndi usou o mesmo discurso e culpou “as lembranças do 11/09”.

Cyndi Lauper lota casa de shows no Rio: saiba TUDO

Show de simpatia e competência – Se é que isso pode resumir o show de Cyndi Lauper no Rio de Janeiro na noite de domingo (20). A cantora voltou ao país com a turnê que leva o nome de seu novo cd – “Memphis Blues” – e contou com a participação animadíssima da percussionista Lan Lan, famosa por integrar a banda de Cássia Eller, entre outras.

Ao contrário de Madonna – sua maior rival dos 80/90 – Cyndi não troca de figurino várias vezes, nem coreografias e muito menos diálogos engessados. O foco dela é a música, e isso sim ela faz durante todo o show – chegou no palco sem abertura espalhafatosa, conversou e brincou com a platéia, cantou com a alma, correu e dançou sem parar, como se ninguém estivesse olhando…

Pontos fortes do show: Cyndi é FODA. Falei. Instrumentista como é, sabe exatamente cada toque, de cada instrumento, e dá pitaco em todos os músicos na hora de tocar. Além de ( é claro) ter cantado seus clássicos “Time after time”, “She Bop”, “True colors” e “Girls just wanna have fun” com muita maestria, fazendo o público cantar em coro,  o que levou a platéia a gargalhar mesmo foi a conversa no palco, da cantora com Lan Lan, enquanto a tentava fazer entender o que dizia em inglês (Cyndi queria que Lan Lan explicasse ao público sobre as influências africanas em nossa música). Lan Lan, sem entender muito bem o que Cyndi falava, respondeu com um sonoro “É O QUE, BÉINHÊ???”. Não teve como segurar o riso.

Pontos fracos: A estrutura do show não foi muito legal. Apesar de ter cadeiras, as 4 mesas “por degrau” nem sempre facilitava a visão, o que fez muita gente se levantar… e ae já viu né? A acústica do local (Vivo Rio) também não é das melhores, o que em alguns momentos fazia barulho demais, ao invés de se fazer ouvir apenas os instrumentos.

Cyndi transpareceu irritação quando algo não funcionava, principalmente ao encerrar o show com “Time after time”, ao perceber que estava sem retorno do som e a produção não parecia estar atenta. A cantora ficou tão irritada que reclamou no microfone, quebrando o clima da música. Também senti falta de várias músicas, mas a gente entende que ela precisava divulgar seu novo cd, então lá se foram vários blues…

…E mesmo assim valeu CADA centavo. Que bom que ainda existem cantoras que – vejam só, CANTAM! – como Cyndi Lauper, e público como nós, que gostam de boa música feita ao vivo. Porque ó, vou te contar, o cenário pop atual tá deixando MUITO a desejar…

fotos: AgNews

Veja lista dos shows internacionais no Brasil em 2011

Kate Nash vem ao Brasil pela primeira vez em fevereiro de 2011 para dois shows da “Kate Nash Tour“. A cantora se apresenta no dia 24 daquele mês no Rio de Janeiro, no Circo Voador, e no dia 25 em São Paulo, no HSBC Arena.Para o show de São Paulo, os ingressos custam R$ 150 (pista em primeiro lote) e R$ 300 (pista premium e camarote). A data do início da venda será anunciada em breve pela casa. Para o show do Rio de Janeiro ainda não estão definidos os preços nem o dia da venda das entradas.

A cantora Cyndi Lauper, famosa nos anos 1980 pelos hits “Girs just wanna have fun”, “Time after time” e “True colors“, fará uma série de shows no Brasil em fevereiro de 2011. Não há informações sobre valores e data das vendas de ingressos. Segundo o selo Lab 344, que lançou o último álbum da artista (“Memphis blues“) no país, ela irá cantar em seis capitais brasileiras: Rio de Janeiro, Sao Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Florianopolis e Recife.

Como dissemos anteriormenteRihanna confirmou pessoalmente que trara sua  turnê “Last Girl on Earth” ao Brasil. Ainda não há data divulgada.

Dona de hits como “Rehab” e “Valerie“,  a polêmica Amy Winehouse se apresenta no Brasil em janeiro de 2011. Os shows acontecem em Florianópolis (no dia 8), Rio de Janeiro (11), Recife (13) e São Paulo (15).
Duas revelações da soul music abrem as apresentações de Amy no Brasil: os cantores americanos Janelle Monae e Mayer Hawtorne. (rezem para a cantora aparecer).

No Rio, os ingressos custam de R$ 700 (pista premier e camarotes) a R$ 180 (cadeira nível 3). Em Florianópolis, as entradas saem por R$ 300 (camarote) e R$ 100 (pista). Os preços dos ingressos para Recife e São Paulo ainda não foram divulgados.

Formada pelos suecos Marie Fredriksson e Per Gessle,  a dupla Roxette se apresenta em abril, nos dias 12, 14, 16 e 17 em Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, respectivamente.

A banda ficou famosa ao emplacar diversos hits como “Listen to your heart”, “It must have been love”, “The look”, “How do you do” e “Joyride”. Os preços dos ingressos ainda não estão disponiveis.

A banda irlandesa U2 apresenta sua turnê “U2 360º” no dia 9 de abril, no Estádio do Morumbi, em São Paulo. O show de abertura será da banda inglesa de rock Muse.
Os ingressos para o show começam a ser vendidos no dia 7 de dezembro, e custarão entre R$ 70 e R$ 1 mil.

A atriz e cantora mexicana Anahí Puente virá ao Brasil novamente para começar a versão 2011 de sua turnê, com a participação do também ex RBD Christian Chávez. Nos dias 26 e 27 de março de 2011, respectivamente no Rio de Janeiro e em São Paulo, a dupla de ex-RBDs vão cantar juntos vários sucessos do extinto grupo mexicano. Um almoço com Anahí e Christian custará R$ 1.200, enquanto o ingresso “Meet & Greet”, que dá direito a conhecer os cantores e ficar na área vip do show, está custando R$ 500. Os valores dos setores do show em cada cidade ainda não foi divulgado.

Criada nos Estados Unidos em 2004, a banda de pop rock Paramore se apresenta em Brasília (dia 16 de fevereiro, no Ginásio Nilson Nelson), Belo Horizonte (17, no Chevrolet Hall), Rio de Janeiro (19, no Citibank Hall), São Paulo (20, no Credicard Hall) e Porto Alegre (22, no Teatro Bourbon). Ainda não foram divulgadas informações sobre preços de entradas e início das vendas de ingressos.

A quarta edição do evento acontece nos dias 23, 24, 25 e 30 de setembro e 1 e 2 de outubro de 2011, no Parque Olímpico Cidade do Rock, no Rio de Janeiro. As primeiras atrações internacionais  já foram anunciadas pelos organizadores: as bandas Metallica, Red Hot Chilli Peppers, Snow Patrol, Motörhead e Coheed and Cambria. O Rock in Rio Card custa R$ 95 (meia) e R$ 190 (inteira) e só pode ser adquirido no site oficial do festival. Cada pessoa pode comprar no máximo quatro ingressos.

 

Preparem os bolsos! Guardem o decimo terceiro!!!

2011 vai rolar muita coisa bacana!

Artistas se unem na moda contra a AIDS

Dita Von Teese, Katy Perry e vários artistas se uniram pra campanha contra a AIDS que a rede de lojas H&M estão promovendo. “Fashion against AIDS” irá arrecadar 25% do que or vendido para projetos contra a doença.

 

Dita e Katy Perry na coleção

Dita e Katy Perry na coleção

A coleção, feita com 100& algodão organico, desenhadas para garotos e garotas começarão a ser vendidas no final do mês de maio pela rede.Tokio HotelN.E.R.D,EstelleCyndi LauperDangerous Muse,RobynRóisín Murphy  e Yelle também participam da campanha:  

Cyndi Lauper

Cyndi Lauper

Robyn

Robyn